Cyndi Lauper

You are currently browsing the archive for the Cyndi Lauper category.

Brilhar

Brilhe. Eu te apoio.

Não tente me afastar.

Eu simplesmente vou ficar.

Pode brilhar. Não vou renegar você.

E não tenha medo. Vai ficar tudo bem.


Você sabe quem sou eu.

Não acredito em frases feitas sobre sucesso

Não vou deixar uma mentira me guiar.

Vou atiçar essas brasas

Que estão esperando para se incendiar

Vou puxar você para cima

Pelo seu amor, e dizer

Brilhe. Eu te apoio.


Vejo sua testa franzida

Como uma coroa desbotada

Como uma ferida já cuidada

Vou buscar este diamante

Escondido sob a terra

Vou puxar você para cima

Pelo seu amor, e dizer

Brilhe. Eu te apoio.


Quando tudo estiver dito e feito

O que você precisa virá

E o tempo não vai me deixar

Deixar você me desperdiçar neste tempo

Brilhe. Pode brilhar.


(Tradução livre da música Shine, de Cyndi Lauper.)

Esta música está aqui hoje porque tem muito a ver com um monte de coisas.

Tags: , , , , , ,

Quem não compreende por que eu gosto de Cyn não a compreende.

Uma pessoa pode não gostar de sua música, de seu estilo – de compor, de cantar, de se vestir – mas o que faz de Cyn uma musa não é a exuberância musical, a capacidade vocal, a indumentária nada convencional. Não só. [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

É difícil falar de uma dama-ícone quando já se verteu nas palavras possíveis tudo de emoção por ela que havia. Não por falta de emoção, mas por falta de palavras. Pois que o êxtase músico-poético já é difícil de ser dito uma única vez, que dirá ao longo da vida… [ continua ]

Tags: , , , , , , , ,

Sexy Cyn

Nunca foi a musa escandalosa como poderia, como talvez alguém quisesse e como várias outras antes, ao mesmo tempo e depois dela.

Não que negue a sensualidade ou seja moralista em relação ao sexo. Longe disso – é uma revolucionária, uma ativista. Mas também não trata esses temas como adereço de si própria [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

Sixty Cyn

Essa coisa linda fez 60 anos anteontem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu estava off-line, não pude homenageá-la no dia certo. Faço então hoje a declaração de amor de sempre – do amor de sempre. [ continua ]

Tags: , , , , , , , ,

Quando a complicação dos afetos me abate, busco muitas vezes a pureza de minha Cyn.

Porque ali há mais que música, mais que talento, mais que carisma. Ali há uma coisa que eu enxergo há muito tempo, mas que é difícil pôr em palavras. Algumas dezenas de posts depois, frequentemente tenho a sensação de que só arranhei a superfície. [ continua ]

Tags: , , , , , , , ,

Não sou desses fanáticos que gritam, urram, se descabelam. Não, sou moderado. Parte da intensidade do que vivo fica dentro de mim ou se expressa em meus olhos. Às vezes, em minhas palavras. [ continua ]

Tags: , , , , ,

Finalmente arranjei tempo para começar a assistir a Still So Unusual, reality show de Cyndi Lauper. Fiquei meio desnorteado ao ver o lado doméstico da musa, o quanto ela parece (ainda mais) humana em afazeres comuns do cotidiano e na relação com a família. [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

Vera Cyn

Não sei bem como dizer, não sei bem como explicar, mas aposto que é a Cyn mesmo que escreve seus tuítes. Quase todos (menos os que não são em primeira pessoa). Eu sei disso [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

Nos dias seguintes ao segundo show de Cyndi a que eu fui, em 2011, uma sensação de generosidade e beleza tomou conta de mim. Uma espécie de energia positiva e benevolente [ continua ]

Tags: , , , , , , , , , , ,

« Older entries