Cinema

You are currently browsing the archive for the Cinema category.

Ingrid Guimarães, a faminta, reduz a riqueza, a espetacularidade e até a saudável superficialidade do cinema com sua frivolidade de engraçadinha-por-obrigação. [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

É difícil, muito difícil. É árduo entender e aceitar certos sucessos de bilheteria. Quem na adolescência e juventude, como eu, assistiu a Guerra nas Estrelas, Os Caçadores da Arca Perdida e A Hora do Espanto, por exemplo, tem dificuldade de engolir superficialidades cinematográficas [ continua ]

Tags: , , , , , ,

Em quase todos os filmes do cinemão comercial norte-americano, repare bem, sempre que a história envolve de alguma forma um laço familiar, não importa quão destro o protagonista seja, ele vai esfregar o rosto, atender o telefone, tomar um copo d’água, abotoar o paletó ou se apoiar em algum lugar com a mão esquerda. [ continua ]

Tags: , , , , , , , , ,

O Merten gosta de Transformers e diz que nenhum amigo entende como ele consegue. Mas ele é o Merten! Um dos críticos de cinema mais sensíveis e talentosos do Brasil, lá do Estado de São Paulo. Além de tudo, um doce de pessoa. [ continua ]

Tags: , , , , , , , ,

Nas ciências humanas, quando alguém chegar para você com uma receita pronta sobre alguma coisa, sempre desconfie.

Lá em Hollywood, por exemplo, há décadas eles fazem pré-testes com os filmes [ continua ]

Tags: , , , , ,

Assistir a “O Homem de Aço” foi uma das experiências cinematográficas mais desagradáveis que já tive. Quase saí do cinema antes do fim do filme. E olha que isso só tinha acontecido antes uma vez na minha vida… [ continua ]

Tags: , , , , , , , ,

Tive o desprazer de assistir a Homem de Ferro 3.

É preciso ter paciência para aguentar tudo aquilo. Todas aquelas explosões enfiadas no roteiro só para existir, apostando na infantilidade do público. [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

 

O enorme homem de expressão doce e tom de voz macio me impressionou logo na primeira aparição. Com a envergadura ainda mais valorizada por efeitos visuais, sua presença em cena provocava uma dessas sensações cinematográficas impossíveis de esquecer. [ continua ]

Tags: , , , , , ,

Mesmo um blog-reflexivo-desabafo tem direito a um momento de descontração, tem não? E aproveito também para fazer minha pequena homenagem a Jorge Amado. [ continua ]

Tags: , , ,

O sábio João Ubaldo Ribeiro disse, numa entrevista que não tinha nada a ver com propaganda, algo que todos os bons profissionais da área sabem: na própria formulação de uma pesquisa, você já pode induzir a um resultado. [ continua ]

« Older entries