Inveja branca

De vez em quando (hoje em dia, não em sempre), aparece um comercial que me dá vontade de ter feito. Em especial, quando tem um texto que, singelamente, acerta em cheio o coração do espectador.

Apesar e acima de toda a polêmica a respeito da Copa, é papel de uma empresa que se comprometeu com o projeto fazer o melhor uso publicitário possível dessa matéria-prima – mesmo que ela seja potencialmente explosiva.

Pois a Sadia conseguiu. Utilizou crianças sem apelação (primeiro ponto positivo), encaixou uma hashtag pertinente (segundo acerto, porque o recurso está banalizado) e expressou um pensamento óbvio, mas que ninguém havia aproveitado (o que, isso sim, é genial).

O resultado é o ótimo comercial abaixo. Não resisto e destaco um pedaço do texto (mas tente lê-lo só depois de assistir ao vídeo; é que, para perceber sua precisão, é preciso vê-lo inteiro):

“O Brasil já papou 5 títulos mundiais, e a Sadia patrocina a Seleção porque, pra muita gente, esse vai ser o primeiro.”

Não é superlegal? É, sim. Que inveja, da boa…

______________________________________________________________

Tags: , , , , , ,

  1. Eduarda’s avatar

    Também amei. Mas, se você percebeu, a que está passando atualmente tem o texto:’…esse PODE ser o primeiro’. Será que houve alguma reclamação para a mudança do texto?
    Abçs.

    Responder

    1. Gustavo Barakat’s avatar

      Olá. Não havia reparado na mudança. Desconheço o motivo – talvez tenha sido mesmo algum receio de soar vitorioso antes da hora. Ou talvez tenha sido porque decidiram veicular o comercial por mais tempo do que inicialmente programado, aumentando as chances de não fazer sentido em apresentações, digamos, menos entusiasmantes da Seleção. De qualquer forma, prefiro a versão original. Você não? Em tempo: obrigado por me ler e interagir. Abraço.

      Responder

Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>