dezembro 2013

You are currently browsing the monthly archive for dezembro 2013.

É fácil ser rebelde de butique, transgressor irresponsável do tipo que mistura superstição e demagogia. [ continua ]

Tags: , , , , , , , , ,

Não entendo os ódios crônicos de fascistoides arrogantes e bolcheviques teimosos, a beligerância – tão parecida – de centuriões do status quo e “revolucionários” xiitas. [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

O anunciante que não é capaz de perceber, apreciar e apostar na poesia de textos, imagens – da vida – nunca será capaz de fazer propaganda memorável. [ continua ]

Tags: , , , , ,

Um dos problemas da publicidade atual – mas que já vem de longe – é a falta de coragem, de cojones, a covardia de alguém no anunciante, baseado em seu conhecimento e visão, assumir a aprovação de uma proposta criativa encaminhada pela agência. [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

Em quase todos os filmes do cinemão comercial norte-americano, repare bem, sempre que a história envolve de alguma forma um laço familiar, não importa quão destro o protagonista seja, ele vai esfregar o rosto, atender o telefone, tomar um copo d’água, abotoar o paletó ou se apoiar em algum lugar com a mão esquerda. [ continua ]

Tags: , , , , , , , , ,

Toda vez que reincido no erro e paro (perco meu tempo?) para ler uma série de comentários de um blog, qualquer blog, despenca um pouco mais a minha fé na humanidade. [ continua ]

Tags: , , , , , , ,