maio 2013

You are currently browsing the monthly archive for maio 2013.

Volta e meia vejo na televisão um reflexo da vida tido como engraçadinho: um ou mais “amigos” de um sujeito apaixonado “brincando” com essa paixão, rindo [ continua ]

Tags: , , , , ,

Presto atenção aos detalhes. Dizem que é porque sou virginiano, embora eu seja meio cético em relação a essas coisas. Mas que sou detalhista, isso sou. Acho que isso me faz um publicitário melhor. [ continua ]

Tags: , , , , , , , ,

Quando me deparei pela primeira vez com o termo “ativação”, achei que era um engodo. Mais um desses termos novos para coisas bem conhecidas que os marketeiros e outros magos dos negócios costumam sacar da cartola [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

“- Se você continuar falando assim comigo, eu vou chamar minha mãe!”

“- Mas eu sou sua mãe!”

Se você, prezado leitor, não acha essa triste passagem publicitária  tola, boba, boboca, boboquíssima [ continua ]

Tags: , , , , , ,

Sou a favor das mídias e redes sociais digitais. Simples assim. Já é bom dizer isso na primeira linha porque os entusiastas mais extremados tendem a ver qualquer posição crítica como combate ou conservadorismo. Não é o caso, garanto. [ continua ]

Tags: , , , , , , , , , ,

Certos raciocínios de Mestre Gaiarsa são incontestáveis, outros passíveis de discussão bem fundamentada e muitos, claro, dependem de interpretação e percepção individual. [ continua ]

Tags: , , , , , , , ,

Nesse grande repercutidor de tendências que podem ser as redes sociais digitais, tem de tudo: de cachorros e gatinhos fofos, passando por comidas variadas e chegando até humor infame, superstição piegas e preconceito crasso. [ continua ]

Tags: , , , , , , , , , ,

Não me intimido com as agências grandes. Nunca trabalhei numa delas porque não quis. Eu podia, mas a fogueira das vaidades excessivas e o esquema escravagista de exploração de mão de obra não me atraem. [ continua ]

Tags: , , , , , , , , ,

Mestre Gaiarsa falou uma vez na televisão sobre aquilo que ele chamava de contato vivo (não me lembro de ter lido o termo em nenhum de seus livros). No encontro amoroso – nos melhores exemplos – a fluência emocional dos enamorados é tanta [ continua ]

Tags: , , , , , , , , , ,

Tive o desprazer de assistir a Homem de Ferro 3.

É preciso ter paciência para aguentar tudo aquilo. Todas aquelas explosões enfiadas no roteiro só para existir, apostando na infantilidade do público. [ continua ]

Tags: , , , , , , ,

« Older entries